Eventos

Foi realizado no último fim de semana, de 22 a 24/02/2013, o Encontro Nacional dos Superintendentes das Torres 24 Horas. O evento foi realizado do Retiro dos Pinheiros próximo a Belo Horizonte. Ali se reuniram pastores, superintendentes de torres de oração e de adoração e representantes de igrejas que desejavam conhecer o Ministério 24 Horas Diante do Senhor.

22 a 24/02/2013
Retiro dos Pinheiros

22/02/2013 (6a feira)
Noite
Tomamos o ônibus do Sr Jair e partimos com cânticos pentecostais pela rodovia afora, orando e crendo no mover do Senhor em nosso meio. Tivemos os estados de Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espirito Santo e Minas Gerais nesse Encontro. O Senhor nos trouxe um tempo de renovo e muita comunhão.

Os temas tratados foram de grande importância para fortalecer as Torres e levar o “sopro do Espírito” para os intercessores e adoradores que militam nesse exército mundial.

Ao chegar, a Regina, nossa secretária, e Silvana, da Comunidade Cristã da Zona Sul, nos esperavam com um largo sorriso e indicavam os quartos para cada um. Fomos acomodar nossas coisas e nos encontramos todos no refeitório, com doce expectativa do que Deus iria fazer entre nós.

Depois de um gostoso jantar, preparado pela irmã Janete e equipe, fomos para a capela do Retiro, onde oramos e louvamos ao Senhor com todo o nosso coração.

“A Importância da Oração 24 Horas” foi o primeiro tema a ser desenvolvido por nós, na noite de sexta-feira. Tivemos maravilhosos momentos de oração, e uma dinâmica de comunhão, onde aprendemos os nomes de todos os participantes, sendo isto um marco da abertura do Encontro.
Oramos bastante e fomos descansar…

23/02/2013 (sábado)  
Todos acordaram cedo e foram fazer sua devocional individual, caminhando pelos gramados ou assentados nos bancos de madeira sob as grandes árvores que enfeitavam o local. Pinheiros e altíssimos pés de bambu davam um aspecto europeu à paisagem.

Às oito em ponto, o delicioso café estava sendo servido, com frutas variadas, bolo, pães, sucos e o tradicional café com leite. Tudo preparado com muito carinho.

Às nove em ponto estavam todos reunidos na capela do Retiro. Louvamos ao Senhor sob a regência do Pr Daniel e, depois, oramos intensamente. Ah, como o Gideão gosta de orar!…

Falamos, então, sobre o “Pastoreio dos Gideões” e conduzimos os participantes do Encontro para termos uma dinâmica no gramado ao lado da capela. Foram, então, formados 4 grupos de irmãos através das cores dos papéis que haviam recebido, e foram eleitos seus líderes. Após breve tempo para que o lider conhecesse suas “ovelhas”, foram feitas perguntas ao lider, para saber se ele realmente conhecia e acompanhava suas ovelhas…
A dinâmica trouxe reflexão sobre a importância do acompanhamento pessoal dos gideões e a busca do atendimento de suas necessidades.

Os participantes foram divididos em grupos para se discutir sobre as dificuldades das Torres e sugestões foram apresentadas para motivar os gideões a prosseguirem no cumprimento de seu dever como intercessores e adoradores.
Marilene Dias, capelã e gideã da Torre da Lagoinha, compartilhou sobre a tarefa de visitar os gideões enfermos ou que estejam atravessando momentos de tribulação. Falou também sobre a importância de ligações telefônicas para abençoar aos gideões semanalmente. Apresentou a sugestão de um calendário com os nomes dos aniversariantes do mês para ser colocado nas Torres, mostrando o valor de se orar uns pelos outros e como isto traz alegria.

O Pr Rogério Costa trouxe oportuna mensagem sobre “Como motivar a igreja para manter a Torre sempre acesa”. Baseado no texto de II Reis 13:14-19, quando o rei Jeoás foi visitar o profeta Eliseu, tendo recebido uma palavra profética sobre a Síria. O Pr Rogério analisou a história bíblica sob a luz da revelação de Deus no Ministério Gideões. O rei buscou quem tinha a revelação e recebeu direção do Alto. Paralelamente o Senhor tem dado revelação profética aos pastores do Ministério Gideões e tem colocado em nossas mãos as “flechas da vitória do Senhor”. Falou sobre as conquistas do Ministério no Brasil e nas nações e encorajou os superintendentes a motivarem a igreja assumindo a identidade do Ministério: usando as camisas dos gideões, realizando as reuniões de fogo mensalmente, acompanhando os passos do Ministério pelo site e redes sociais, assistindo aos Programas “Os Gideões” pela Rede Super e mantendo sempre contato com a Sede do Ministério em BH.

Depois de um maravilhoso momento de oração com intensidade e corações abertos diante do Senhor, seguimos para o gostoso almoço preparado pela Janete.
A tarde foi de comunhão. Muitos irmãos desceram a trilha conosco, conhecendo a linda cascatinha no fundo da mata preservada pelo Retiro dos Pinheiros. Borboletas azuis enormes voavam pela trilha no meio das grandes árvores. Os mais jovens se aventuraram a entrar na água fria que corre das montanhas, e os outros puderam se deliciar com a paisagem e tirar fotos de lembrança…
Depois do lanche das 15h, a Pra Susie e Tania Regina, falaram dos gideões mirins, mostrando as fotos do trabalho do “Desafio Missionário” que fora feito pelas crianças pela manhã, naquele mesmo sábado, no Hospital Municipal de BH, o Odilon Beherns. Os gideões mirins oraram pelas pessoas que estavam junto ao Hospital (seguranças, parentes de pessoas internadas, pessoas que vieram consultar, etc). O testemunho dos gideões mirins impactou os pastores e líderes presentes. Todos os participantes, então, foram para o campo gramado, sob a sombra de uma frondosa árvore e, sob o comando da conselheira Cristina, fizemos a formação militar dos GM, declarando a Lei, Lema e Promessa dos GM.
Um tempo para banho, um joguinho de futebol para os homens e às 18:30h e todos já se dirigiam para a capela para a continuação da programação.
Noite:
Louvor, momentos de oração, que é o que os gideões mais gostam de fazer, e demos uma palavra sobre a adoração e sobre a importância do chamado do Senhor neste tempo profético. Mais clamor pelas Torres, pelas nações e pela preparação da igreja para o retorno de Jesus.
Jantamos o cardápio elogiado e fomos para o local onde foi preparada uma grande fogueira, onde realizaríamos atos proféticos.
Depois de louvar ao Senhor ao redor da fogueira e de celebrar com cânticos pentecostais mais antigos, nos dividimos em 5 grupos para orações específicas: pelos gideões e seus familiares (renovo e compromisso com o Senhor), pelos pastores das igrejas (pela compreensão do momento profético que vivemos e do apoio necessário para que as Torres funcionem bem), pelos estados do Brasil (para que tenhamos Torres em todas as capitais brasileiras e em cada cidade), pelas nações (para que haja Torres fortes em cada nação da terra, preparando a vinda do Senhor) e pelos Gideões Jovens e Mirins (no Brasil e no mundo).
Depois de forte clamor, onde a presença de Deus era muito real, orientamos a cada um tomar um graveto, ou a madeira que encontrasse para manter o fogo aceso. Houve irmãos que pegaram um tronco enorme de árvore e outros acharam uma haste de bambu gigante – as chamas no bambu ficaram lindas e fortes. Cantamos, oramos e agradecemos ao Senhor pela bênção de cada um de nós poder participar como cooperador em sua obra, e podermos ver o fogo aceso mantido no seu altar.
Liberamos os irmãos que estavam mais cansados para irem dormir e os que desejassem iriam conosco para a capela a assistir os vídeos da expansão do Ministério nas nações. Alguns ficaram conosco até quase meia noite, com o coração cheio de compaixão pela África e pelos irmãos do Congo. Fomos dormir com profundo sentimento de “missão cumprida até aqui, nas nações”…

Domingo (24/02/2013)              
Manhã
Acordamos com o barulhinho suave de uma chuva que caía após a noite da fogueira. Lembramo-nos da história do profeta Elias… Depois do fogo que desceu dos céus para consumir a oferta do profeta, veio a tão esperada chuva. E chuva nos fala de Avivamento: foi exatamente isto que entendemos ao ver a chuva que caía… O Avivamento está às portas, aleluia!
Oramos em nosso momento devocional e eu pedi ao Senhor que a chuva cessasse para não prejudicar nossa programação: e isto aconteceu. O sol brilhou novamente naquela manhã de domingo…
Após a devocional individual, o gostoso café, com frutas variadas, pães e bolo…Hummm!
Todos reunidos na capela. Dinâmica de oração, onde firmamos o compromisso de estar orando uns pelos outros durante esse ano de 2013.
Louvor e adoração com cânticos que nos levam à sala do trono. Falamos um pouco sobre a Escola dos Gideões, os cursos que foram planejados para este ano, para preparar uma equipe forte para as nações, sendo: o Curso Avançado dos Gideões (um semestre) e a Escola de Missões dos Gideões (um ano).

Logo após, o Pr Kaiser apresentou os “Gideões Jovens” e sua proposta de evangelizar e viver vida consagrada em santidade ao Senhor nesta geração. Falou sobre os projetos para 2013: caravana jovem para Israel (janeiro de 2014), impactos evangelísticos na Europa (novembro), Congresso dos Gideões na Argentina e Paraguay (junho). Vimos como Deus tem se movido no meio dos jovens, e cremos que um poderoso avivamento está para acontecer entre nós….

Após um intervalo, 5 participantes do Encontro receberam seus certificados de Conselheiras dos Gideões Mirins e foram ungidas pelo Pr Paulo Cintra, recebendo imposição de mãos dos pastores e dos conselheiros ali presentes.

Falamos sobre os projetos para 2013: Congresso Anual dos Gideões, em BH (na Igreja da Lagoinha) nos dias 1, 2 e 3 de novembro, onde todos os gideões, superintendentes e pastores deverão comparecer. Acontecerá nos dias 2 a 5 de maio acampamento dos Conselheiros dos Gideões Mirins, no hotel Ipê Amarelo, próximo a BH.
Todos foram convocados para os eventos dos Gideões anunciados em seu site. Alguns pastores puderam dar testemunho de suas Torres: de Nova Odessa/SP, o superintendente Gênesis falou da torre com os 168 gideões da Igreja Batista Emanuel e como tem funcionado com compromisso e alegria pelos irmãos. Falou sobre respostas de oração e mudanças na sociedade, crendo no mover de Deus através das orações dos gideões.
Linda Márcia, da Igreja Oaken do Avivamento em Uberlândia nos falou também da torre, os testemunhos e do carinho do Pr Sandro e Pra Rita com o ministério… Pr Andrew, da Igreja Nova Aliança, de São Fidelis/RJ, também nos deu boas notícias dos 168 gideões que oram, de atos proféticos realizados pela igreja e pelos gideões. Contou-nos como realizaram ato profético sobre a cidade… Como eles, descalços, se ajoelharam diante do palanque, no dia de desfile cívico da cidade, e oraram pelas autoridades. Ele contou-nos que muitas coisas maravilhosas tem acontecido desde então…. A Pra Hilda, da Batista Solidária, falou que ainda não estão com sua torre construída, mas os Gideões estão orando em casa. o Pr Djlma, de Nova Friburgo/RJ, falou sobre as 4 igrejas gideãs de sua cidade e do ampliar de sua visão após ter viajado pelo Ministério para implantar Torres na Argentina.

O Pr Adelino, da Igreja Luterana Renovada de Cachoeirinha/RS, falou de como já estão se preparando para ter também uma torre dos gideões em sua igreja e cidade, e como já fizeram relógio de oração…
O Pr Paulo recebeu a palavra e falou sobre a importância do Gideão ser cheio do Espírito Santo para cumprir o seu chamado. Foram momentos ímpares do Encontro, ouvindo suas experiências e aprendendo com sua vida a realizar a obra de Deus.
Oramos com fervor e tivemos a ministração da “ceia da unidade”, trocando o cálice e ministrando palavras de bênçãos mutuamente.
Os pastores presidentes do Ministério e toda a equipe que trabalha com eles receberam imposição de mãos dos demais pastores e a intercessão de todos sobre suas vidas e ministério.
Deus trouxe visões a alguns irmãos neste momento, e foram entregues palavras proféticas e de encorajamento para prosseguirem.

Em seguida, por sugestão do Pr Francisco, de São Fidelis, os superintendentes e pastores presentes receberam a unção com óleo e oração com a imposição das mãos dos pastores Paulo e Ângela para renovação de dons, transferência de unção e capacitação do Espírito Santo para a obra a ser realizada neste tempo profético.
Com os corações cheios de unção e graça, fomos para o campo gramado, ao lado da capela, e, com bandeiras das nações nas mãos, tiramos as fotos oficiais do nosso I Encontro Nacional dos Superintendentes das Torres 24 Horas.
Um almoço delicioso foi servido, para encerrar a manhã e, por volta de 14:30h todos estavam prontos para partir, levando a tocha acesa em seus corações e glorificando ao Senhor por toda a sua bondade em fazer-nos participantes de sua bondade, santidade e cooperando em sua obra profética nesse tempo do fim.

Despedimo-nos já com saudades e sonhando com o próximo Encontro dos Superintendentes das Torres 24 horas. Maranatha!
Missão Cumprida!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>